Ir para o conteúdo

Prefeitura de Andradina e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Andradina
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
25
25 SET 2023
MEIO AMBIENTE
Região pode viver onda de calor por mais um mês
enviar para um amigo
receba notícias
Os meteorologistas indicam que o ápice da onda de calor vai chegar esta semana fazendo o andradinense conviver com altas temperaturas pela primeira semana da primavera. Algumas áreas pelo interior do Brasil podem até conviver com temperaturas muito altas até quase o fim de setembro.
 
A elevação dos termômetros tem relação direta com o El Niño muito mais rigoroso neste ano e com a Crise do Clima (causada pela emissão de gases de efeito estufa), que torna os eventos climáticos extremos mais comuns.
 
De acordo com a Climatempo, temperaturas iguais ou acima dos 40°C serão registradas, "por vários dias", em várias áreas, incluindo o oeste e norte de São Paulo e Mato Grosso do Sul.
 
"Alguns dias desta onda de calor da última semana do inverno de 2023 poderão ser comparados à onda de calor extrema que o Brasil viveu na primavera de 2020", analisam os meteorologistas.
 
A Climatempo afirma que a onda de calor da primavera de 2020 mudou a climatologia (área que estuda o clima) de calor no Brasil. "Antes desta onda de calor da primavera de 2020, a maior temperatura no país era no dígito 43°C. Depois dela, a base mudou para 44°C (Cuiabá, 30/09/2020)", analisa o serviço de meteorologia.
 
"Em pontos isolados do Centro-Oeste e da Região Sudeste, os modelos numéricos chegam a projetar marcas ainda mais altas como 43ºC a 45ºC no final desta semana e durante o próximo fim de semana, em particular no Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no interior de São Paulo", afirma a meteorologista Estael Sias.
 
O pico da onda de calor deve atingir o interior de São Paulo nos próximos dias. De acordo com o Climatempo, as temperaturas podem chegar aos 41°C. O calorão é formado por uma massa de ar quente e seco que predomina sobre a região sudeste do Brasil.
 
Seta
Versão do Sistema: 3.3.8 - 08/11/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia