Ir para o conteúdo

Prefeitura de Andradina
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Legislação
ARRASTE PARA VER MAIS
LEGISLAÇÃO
Atos relacionados
INTERAÇÃO
Anotação
Marcação
BUSCA
Expressão
EXPORTAÇÃO
Código QR
Baixar
Compartilhar
COLABORE
Reportar Erro
QRCode
Acesse na íntegra
DECRETOS Nº 7466, 12 DE AGOSTO DE 2022
Assunto(s): Administração Municipal
Em vigor

"Dispõe sobre as normas que regulamentarão o Instituto da Progressão Funcional instituído pelas Leis nºs 3.904/2022, 3.905/22, 3.906/22 e 3.907/22 e dá outras providências.”

MÁRIO CELSO LOPES, Prefeito Municipal de Andradina, Estado de São Paulo, no uso das atribuições e prerrogativas que são conferidas por lei;

I – CONSIDERANDO o que dispõe o Art. 24 e §§ da Lei nº 3.904/2022 que instituiu o Plano de Empregos, Carreiras e Salários do Quadro do Pessoal Administrativo; Art. 46 e §§ da Lei nº 3.905/2022 que instituiu o Quadro do Pessoal do Magistério Público, Art. 24. §§ da Lei nº 3.906/2022 e Art. 16, incisos e alíneas da Lei nº 3.907/2022 que instituiu o Plano de Carreira e Vencimentos dos Procuradores Jurídicos do Município de Andradina;
II – Considerando que os artigos constantes do inciso I mantiveram a Avaliação de Desempenho a ser aplicada a todos os servidores municipais pela via não acadêmica a todos os servidores do Poder Executivo do Município de Andradina com o objetivo aferir a eficiência do servidor mediante apuração do seu rendimento e o desenvolvimento visando à concessão da Progressão Funcional nos termos da lei, antes aplicada no regime da Lei nº 1.100/86;
III – Considerando que os incisos dos artigos indicados no Inciso I destes considerandos estabeleceram os fatores a serem considerados:
IV – CONSIDERANDO que em consequência das disposições da Lei Complementar Federal nº 173 de 27 de maio de 2020, o interstício obrigatório de 12 (doze) meses somente se completou em 31 de julho de 2022;

DECRETA:

Art. 1º Os servidores públicos municipais ocupantes de empregos efetivos do Plano de Empregos, Carreiras e Salários do Quadro do Pessoal Administrativo, instituído pela Lei nº 3.904/2022; do Plano de Carreira do Quadro do Pessoal do Magistério Público instituído pela Lei nº 3.905/2022; do Quadro do Pessoal do Grupo Saúde Pública, instituído pela Lei nº 3.906/2022 e do Plano de Carreira e Vencimentos dos Procuradores Jurídicos do Município de Andradina serão avaliados em seu desempenho para fins de obterem a Progressão Funcional prevista nos parágrafos, incisos e alíneas indicados no inciso I deste Decreto.
Art. 2º A avaliação, para fins de progressão funcional será aplicada apenas aos servidores que estavam em exercício no dia 1º de julho de 2022, e, portanto, já tenham completado o interstício de 12 meses, considerando o período de 1º de janeiro a 27 de maio de 2020 e da 1º de janeiro de 2022 a 31 de julho de 2022.
§ 1º Excepcionalmente no exercício de 2022, considerando a proibição de concessão de reajustes e também progressão funcional através da Lei Complementar Federal nº 173, de 27 de maio de 2020 (publicada em 28 de maio de 2020), não será possível contar o período de junho a dezembro de 2020 para fins de do interstício obrigatório de 12 meses, devendo o interstício ser completado em 31 de julho de 2022.
§ 2º A avaliação funcional para fins de Progressão Funcional no exercício de 2022 será considerada a partir de 01 de agosto de 2022.
§ 3º O interstício a ser cumprido para os fins estabelecidos na Progressão por Avaliação de Desempenho funcional será de 12 (doze) meses (acumulativo).
§ 4º O interstício a ser cumprido para os fins estabelecidos no instituto da Progressão por Funcional e Progressão por Qualificação de Trabalho Jurídico será de 12 (doze) meses e não será interrompido quando o servidor estiver afastado do exercício do seu emprego no interesse da Administração Municipal, sem prejuízo da remuneração e com as vantagens do emprego.
Art. 3ª Os efeitos financeiros da Progressão Funcional das Leis nº 3.904/22 nº 3.905/22 e nº 3.906/22 e da Progressão por Qualificação de Trabalho Jurídico da Lei nº 3.907/22 terão vigência a partir do dia 1º de setembro seguinte à concessão da progressão funcional.
Art. 4º Será considerado o dia 1º de julho de cada ano o reinício da contagem do interstício para fins da Progressão por Avaliação de Desempenho de todos os servidores públicos do Município de Andradina.
Art. 5º A Avaliação de Desempenho para apuração do rendimento e o desenvolvimento dos servidores no exercício do emprego e função para fins de Progressão Funcional será processada com base nos seguintes aspectos ou fatores:
I - qualidade de trabalho;
II - produtividade no trabalho;
III - iniciativa e presteza;
IV - assiduidade e pontualidade;
V - aptidão e capacitação para o exercício do emprego ou função;
VI - idoneidade moral;
VII - disciplina e zelo funcional;
VIII - exercício de chefia e participação em órgão de deliberação coletiva;
IX - aproveitamento em programas de capacitação.
§ 1º A Avaliação de Desempenho para fins da Progressão por Qualificação de Trabalho Jurídico da Lei nº 3.907/22 será processada com base nos seguintes fatores:
I - desempenho no trabalho mediante avaliação, segundo parâmetros de qualidade do exercício profissional, aferido, entre outros fatores a serem fixados por regulamentação, nos seus seguintes aspectos ou fatores:
a) assiduidade;
b) pontualidade;
c) participação efetiva nas horas de trabalho jurídico;
d) conduta disciplinar.
II - a qualificação em instituições credenciadas pela Ordem dos Advogados do Brasil ou Instituições de Ensino Oficial, mediante a comprovação de participação em, no mínimo, 90 (noventa) horas, em cursos e atividades de formação complementar, no campo de atuação correlata ao Direito;
III - o tempo de serviço na função de procuradoria jurídica.
§ 2º Caberá ao Departamento de Gestão de Pessoas, juntamente com a Comissão de Avaliação de Desempenho, organizar ou readaptar a Ficha de Avaliação de Desempenho – FAD já utilizada em avaliações anteriores, adaptando-a aos incisos deste artigo, podendo subdividi-los em subitens, de forma que a soma dos quesitos ou pontos, representados por valores em algarismos romanos de 1 (um) a 5 (cinco) possam alcançar a soma de 100 (cem) pontos.
§ 3º Para fins de obter a Progressão Funcional e a respectiva concessão de um Nível de referência, o servidor que alcançar de 70 (setenta) a 100 (cem) pontos na soma dos fatores (ou quesitos) obterá o Conceito 1, o que significará que terá direito à efetivação da Progressão Funcional por Avaliação de Desempenho.
§ 4º O servidor que não alcançar até 69 (sessenta e nove) pontos terá obtido o “Conceito N”, significando que não alcançou o resultado satisfatório para a obtenção da Progressão Funcional.
Art. 6º Não serão avaliados para os fins da Progressão Funcional e receberão automaticamente o Conceito 1 os servidores que estiverem exercendo cargos em comissão ou funções de confiança, nos termos dos incisos II e V do artigo 37 da Constituição Federal e cumulativamente recebendo gratificação ou sua remuneração através de cargos de DAS ou Funções Comissionadas Técnicas - FCT, sendo essas assim consideradas:
I – criadas através do art. 38 da Lei nº 3.904/22;
II – criadas através do art. 60 da Lei nº 3.905/22;
III – criadas através do art. 36 da Lei nº 3.906/22
Parágrafo único. Não serão avaliáveis, mas receberão automaticamente o Conceito 1 os requisitados e que estiverem prestando serviços a órgãos federais ou estaduais, ou ainda que tenham ficado à disposição desses órgãos por mais de 50% do período da avaliação.
Art. 7º A avaliação de desempenho dos servidores será feita pelo chefe imediato, através da Ficha de Avaliação de Desempenho - FAD, conforme modelo aprovado em anexo a este Decreto.
Art. 8º Como a avaliação analisa o desempenho do servidor ao longo de 12 meses, no caso do servidor ter sido transferido de outra seção, setor, divisão ou departamento, o atual chefe imediato deverá solicitar que a avaliação seja feita pelo chefe ao qual o servidor esteve subordinado por mais tempo no período.
Art. 9º Os interstícios serão suspensos durante o período em que os servidores estiverem afastados do serviço para tratamento de saúde.
Art. 10. A Progressão Funcional prevista neste Decreto ocorrerá desde que observada a disponibilidade financeira e orçamentária do Município, nas normas e nos limites para gastos com pessoal previsto na Lei Complementar nº 101/00 e no § 1º do art. 169 da Constituição Federal, sendo privativo do Chefe do Poder Executivo Municipal o ato de concessão e o respectivo registro.
Art. 11. O servidor poderá pedir reconsideração ou recorrer da avaliação de desempenho no prazo de 5 (cinco) dias, contados da sua ciência.
§ 1º O pedido de reconsideração da avaliação de desempenho será dirigido à autoridade avaliadora;
§ 2º Se indeferido o pedido de reconsideração, o servidor poderá interpor recurso no prazo de 5 (cinco) dias, ao Secretário Municipal superior hierárquico de seu chefe, que o encaminhará à Comissão de Julgamento a ser criada através de Portaria do Prefeito Municipal ou por quem for delegada competência.
§ 3º Se indeferido ainda o recurso, também no prazo de 5 (cinco) dias poderá o servidor interpor novo recurso junto ao Prefeito Municipal, que decidirá em última instância.
Art. 12. A progressão funcional de que trata este Decreto será efetivada através de Portaria do Prefeito Municipal.
Art. 13. O presente Decreto Executivo entra em vigor na data de sua publicação e seus efeitos retroagem a 1º de agosto de 2022.
Art. 14. Fica revogado o Decreto Executivo nº 5.382 de 12 de junho de 2012.

Prefeitura Municipal de Andradina
12 de agosto de 2022.

MÁRIO CELSO LOPES
Prefeito Municipal

Autor
Executivo
* Nota: O conteúdo disponibilizado é meramente informativo não substituindo o original publicado em Diário Oficial.
Atos relacionados por assunto
c
Ato Ementa Data
DECRETOS Nº 7484, 28 DE SETEMBRO DE 2022 “Fixa o índice de atualização para os efeitos do Parágrafo 1º do artigo 10 da Lei nº 1.213/89.” 28/09/2022
DECRETOS Nº 7483, 26 DE SETEMBRO DE 2022 “Dispõe sobre sistema de mão única de direção para tráfego de veículos, em rua que especifica e dá outras providências.” 26/09/2022
LEIS Nº 3975, 22 DE SETEMBRO DE 2022 “Dá nova redação à Ementa e ao Art. 1º da Lei Municipal nº 3.596 de 03 de setembro de 2019 e dá outras providências”. 22/09/2022
LEIS Nº 3974, 22 DE SETEMBRO DE 2022 “Dá nova redação aos incisos I, II e IV do art. 3º da Lei Municipal nº 3.327/2016, alterados pelo art. 1º da Lei Municipal nº 3.787 de 23/06/2021. 22/09/2022
LEIS Nº 3973, 16 DE SETEMBRO DE 2022 “Dispõe sobre autorização para que o Município de Andradina realize benfeitorias no Prédio da Associação dos Moradores do Bairro Benfica.” 16/09/2022
Minha Anotação
×
DECRETOS Nº 7466, 12 DE AGOSTO DE 2022
Código QR
DECRETOS Nº 7466, 12 DE AGOSTO DE 2022
Reportar erro
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Seta
Versão do Sistema: 3.2.7 - 04/10/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia