Ir para o conteúdo

Prefeitura de Andradina
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Legislação
ARRASTE PARA VER MAIS
LEGISLAÇÃO
Atos relacionados
INTERAÇÃO
Anotação
Marcação
BUSCA
Expressão
EXPORTAÇÃO
Código QR
Baixar
Compartilhar
COLABORE
Reportar Erro
QRCode
Acesse na íntegra
DECRETOS Nº 7479, 14 DE SETEMBRO DE 2022
Assunto(s): Administração Municipal
Em vigor
“Dispõe sobre a Indicação de Assessor Especial do Prefeito para realizar serviços especiais junto a “Fundação Educacional de Andradina” – FEA e dá outras providências”.

MÁRIO CELSO LOPES, Prefeito de Andradina, Estado de São Paulo, usando das atribuições que lhe são conferidas por lei e, em especial o art. 64, incisos II, IX, XII e XIII da Lei Orgânica do Município de Andradina;

CONSIDERANDO que, a Fundação teve sua criação e instalação autorizada pela Lei Municipal, nº 639/69 sendo o seu patrimônio inicial integralmente doado pelo Município, que a instituiu através de Escritura Pública em 27/03/1969 no Registro de Títulos e Documentos da Comarca de Andradina, onde compareceu o então Prefeito Antonio Soares de Andrade;
CONSIDERANDO que desde que o E. Tribunal de Justiça de São Paulo reconheceu a natureza jurídica da Fundação Educacional de Andradina - FEA, como sendo uma Fundação Pública de direito privado, na Apelação Cível 0006792-49.2010.8.26.0024, da C. 7ª Câmara de Direito Público, relatada pelo E. Desembargador Magalhães Coelho, julgada em 02.04.2012, posteriormente mantida em outras decisões do próprio Egrégio TJSP;
CONSIDERANDO que ainda em 5/12/2019 já no Egrégio Superior Tribunal de Justiça – STJ, analisando pedido da FEA nos Embargos de Declaração nos Embargos de Declaração. Agravo Interno. Recurso Extraordinário, Agravo de Recurso nº 1.560351 – SP (2019/0233355-8), no VOTO da Ministra Relatora LAURITA VAZ, Corte Especial, não conheceu o embargo;
CONSIDERANDO que também o Supremo Tribunal Federal – STF, analisando Recurso Especial da FEA sobre a decisão da 12ª Câmara de Direito Público do TJSP - Recurso Especial nº 1560351 – SP (2019/0233355-8), observando o Relator Ministro Dias Toffoli de que “A irresignação não merece prosperar”;
CONSIDERANDO em última instância a FEA apresentou Embargos de Declaração em agravo regimental em recurso extraordinário com agravo junto ao SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL – STF no Recurso Extraordinário com Agravo 1.361.702 SP, mais uma vez o ACÓRDÃO da Primeira Turma do STF da Relatoria do Ministro DIAS TOFFOLI foi: “por unanimidade de votos, rejeitar os embargos de declaração”. Brasília, 27/06/2022;
CONSIDERANDO, que o acórdão proferido pela 12ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo é irreversível e, que, há apenas recursos jurídicos com efeitos protelatórios visando a não ocorrência do trânsito em julgado;
CONSIDERANDO, que o Chefe do Poder Executivo Municipal juntamente com o Secretário Municipal da Fazenda, Planejamento, Gestão Fiscal e Controladoria, economista Norival Nunes da Silva e o Secretário Municipal de Governo, Comunicação, Assuntos Parlamentares e Institucionais, Senhor Ernesto Antonio da Silva Júnior, participaram no dia 23 de agosto de 2022 de uma reunião com o Dr. Adalberto Bento, Presidente da Fundação Educacional de Andradina, Roberto Carlos Cassiano, Diretor Administrativo Financeiro e o Senhor Adalvir Antônio Meneghetti, tivemos a palavra do Senhor Presidente de que, considerando a decisão transitado em julgado confirmando a Fundação Educacional de Andradina – FEA como uma Fundação Pública, que estavam plenamente de acordo de que se fizesse uma transição tranquila, tão logo o Prefeito Municipal fizesse a adequação do Estatuto através da alteração da Lei Municipal nº 2.820/2012 com o modelo que viesse adotar;
CONSIDERANDO que o próprio Presidente Dr. Adalberto Bento e o Diretor Administrativo Financeiro disseram que a situação financeira da FEA estava passando por certa dificuldade, e que apenas junto à Receita Federal a dívida tributária está em torno de R$ 12 milhões de reais, havendo ainda outras dívidas vencidas, que assumiram o compromisso de encaminhar ao Senhor Norival cópia do Balanço Patrimonial, relação de todos os empregados da FEA com os nomes dos respectivos empregos e salários, e até o presente momento este compromisso não foi cumprido;
CONSIDERANDO, por fim, que é dever do Chefe do Poder Executivo, zelar pelo princípio da autonomia municipal, para o cumprimento de decisão judicial e o interesse público.

DECRETA

Art. 1º Fica designado o Senhor Hygor Grecco de Almeida, brasileiro, casado, advogado, CPF nº 274.629.038-30, Assessor Especial do Prefeito, que atuará na situação de CONTROLADOR GERAL em conjunto com o novo Conselho Deliberativo da Fundação Educacional de Andradina – FEA, nos termos da Lei Municipal nº 3.971/2022 ou outra legislação municipal que trate ou venha a tratar da matéria de forma posterior.
Art. 2º Caberá ao Controlador Geral a prática de todos e quaisquer atos inerentes à Controladoria econômico/financeira/contábil/administrativa e de recursos humanos, tais como:
I - representar a entidade sob avaliação e levantamentos econômicos/financeiros e contábeis, ativa e passivamente, em Juízo ou fora dele;
II – gerir, juntamente com o Conselho Deliberativo, os recursos destinados à Fundação, unidades e pessoal requisitados, podendo, para isso, movimentá-los e, se necessário, abrir ou encerrar contas bancárias;
III – apresentar com urgência máxima à Secretaria Municipal da Fazenda, Planejamento, Gestão Fiscal, Controladoria e Transparência o último Balanço Patrimonial, Demonstração de Resultados e em separado um demonstrativo de eventuais atrasos em folha de pagamento do corpo docente e administrativo e a Demonstração de Contas a Pagar (Fornecedores, com respectivos valores e datas de vencimento);
IV – propor ao Conselho Deliberativo a admissão ou demissão de empregados na forma prevista na CF/88, bem como gerenciar toda administração de pessoal necessária ao bom andamento dos serviços da FEA;
V - verificar quais as medidas de ordem técnica, administrativa, jurídica e financeira serão necessárias ao restabelecimento do pleno e hígido funcionamento das unidades e serviços requisitados, se necessário for, inclusive mediante a instauração de auditoria específica;
VI – requisitar serviços de órgãos, entidades e repartições públicas municipais indispensáveis ao cumprimento de sua missão e solicitá-los às repartições de outras esferas de governo;
§ 1º A nomeação da controladoria geral é de natureza personalíssima, sendo vedada a sua delegação, total ou parcial, a quem quer que seja.
§ 2º O Controlador Geral adotará as medidas que se fizerem necessárias para sanar eventuais irregularidades que forem identificadas no período em que durar os levantamentos da situação econômico-financeira, contábil, documental, especificando-as no relatório circunstanciado das ações e prestações de contas a serem entregues mensalmente até o 5º dia útil subsequente, bem como, ao final dos serviços da controladoria, relatório conclusivo e prestação de contas consolidada.
§ 3º Além da fiscalização exercida por dever de ofício dos agentes políticos e públicos competentes, os trabalhos de controladoria deverão ser acompanhados pelos membros do Conselho Fiscal também constituído com base na Lei Municipal nº 3.971/2022.
Art. 3º O prazo de designação do Controlador Geral para realização de trabalhos na Fundação Educacional de Andradina – FEA será inicialmente de 180 (cento e oitenta) dias a contar da data de publicação do presente Decreto, podendo ser prorrogado.
Art. 4º Ao final de cada mês ou havendo necessidade identificada de prazo menor, o Controlador Geral deverá elaborar e encaminhar ao Chefe do Poder Executivo Municipal um Relatório circunstanciado da situação econômico-financeira da Fundação e das medidas adotadas durante o período que durar os trabalhos da Controladoria.
Art. 5º Eventuais casos omissos ou duvidosos decorrentes da aplicação deste decreto, serão objeto de análise e deliberação pela Administração Municipal.
Art. 6º As despesas decorrentes da execução do presente Decreto serão suportadas por dotações próprias do orçamento vigente e futuros, que serão suplementadas, se necessário, para atender a tal finalidade.
Art. 7º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Andradina/SP, 14 de setembro de 2022.

MÁRIO CELSO LOPES
Prefeito Municipal

EDGAR DOURADOS MATOS
Secretário Municipal de Administração, Modernização,
Defesa Social e Gestão de Pessoas
Autor
Executivo
* Nota: O conteúdo disponibilizado é meramente informativo não substituindo o original publicado em Diário Oficial.
Atos relacionados por assunto
c
Ato Ementa Data
DECRETOS Nº 7517, 30 DE NOVEMBRO DE 2022 “Homologa o resultado de concurso público n.º 002/2022 dos empregos públicos e dá outras providências”. 30/11/2022
DECRETOS Nº 7516, 29 DE NOVEMBRO DE 2022 “Altera o Decreto nº 7.480/2022, que dispõe sobre alteração de horário de expediente nos dias dos Jogos da Seleção Brasileira de Futebol na Copa do Mundo de 2022” 29/11/2022
DECRETOS Nº 7514, 28 DE NOVEMBRO DE 2022 “Estabelece o prazo e procedimentos para inscrição e concessão de Auxílio Financeiro (Bolsas de Estudos) à estudantes de Andradina.” 28/11/2022
DECRETOS Nº 7513, 28 DE NOVEMBRO DE 2022 “Fixa o índice de atualização para os efeitos do Parágrafo 1º do artigo 10 da Lei nº 1.213/89.” 28/11/2022
LEIS Nº 4012, 28 DE NOVEMBRO DE 2022 “Altera disposições da Lei nº 3.742/2022, nº 3.904/2022 e nº 3.906/2022 que Instituíram Planos de Carreira dos Servidores Públicos do Município de Andradina e dá outras providências”. 28/11/2022
Minha Anotação
×
DECRETOS Nº 7479, 14 DE SETEMBRO DE 2022
Código QR
DECRETOS Nº 7479, 14 DE SETEMBRO DE 2022
Reportar erro
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia